quinta-feira, 20 de março de 2008

carta




Hoje quando acordei, fui tomar banho e pensei em você, claro, ti vi ontem e como sempre sinto vontade de ti ter outra vez, pensei em mandar um depoimento no Orkut falando o quanto te quero, o que sinto por você, e que se você quisesse tudo isso que tenho a ti oferecer seria ótimo, agente poderia ser muito feliz juntos e que se você dissesse “lud, desiste de mim, eu não ti quero mesmo” eu iria desistir, não ia + pensar em você e iria partir pra outra, eu com certeza iria ti esquecer, mesmo não querendo. O problema todo é isso, não quero perder o quase nada que tenho com você, pelo menos ainda podemos conversar como colegas e posso ti chamar pro meu aniversário, dividir algumas meras palavras como você, o que me levou a desistir de escrever o depoimento.
Agora escrevo esse texto que não sei se chegará aos seus olhos e se acaso chegar e eu tomar coragem pra ti enviar, chegará assim, dessa forma.

Eu não posso te prometer a felicidade, a perfeição, só posso ti dizer que gosto de você, do seu jeito, seu sorriso, seu papo, sua maneira alegre e auto-astral de ser.
O gostar agente planta, está em nossas mãos fazê-lo crescer, cultivá-lo, dar oportunidades para que ele se expanda e não morra.

Quando ti enviar esse texto vou tomar um caminho, o de ti ter ou perder pra sempre, seja o que Deus quiser. Qualquer que seja o caminho, irei seguir com a mesma força, mesma velocidade nos passos e o olhar sempre em frente.

Um beijo grande
Te adoro!





Bem eu mandei esse e-mail ontem, até hoje ele não leu, acho, e me arrependo de ter mandado, hoje não mandaria +, é que sou assim, agora te quero, 2 horas depois acho melhor não. Porque tenho que ser tão se lua, rg...



7 comentários:

kami! disse...

Esse é o mal das mulheres! Sempre tentando, sempre apegando-se a esperanças e não a realidade... não é uma critica sempre fui assim tb,entendo o quanto doi ouvir o não definitivo, axo que é sempre melhor ter o minimo de esperança, do que ouvir a concretização final!
Mais acho que vc fez bem, mesmo que hoje já esteja arrependida.
Não custa nada tentar!
Boa sorte!Vou ficar daqui torcendo...

Bjussssssssssssss

Akinol disse...

See here or here

kami! disse...

Passei pra ler de novo! Me serviu muito de inspiração, não pra que eu escreva outro post, mais quem sabe pra que tome novas atitudes!
Bjussssssssss

BANDEIRAS disse...

Querida amigas,

Amar é mesmo assim, esse morrer de tanto querer.
bjs.

» NaY « disse...

Quando li isso aqui eu me vi, esse querer não querendo, esse perder não perdido, esse amar não amado...

Boa sorte na resposta que receberás (mesmo que seja o silêncio), que venha aquela que seja melhor para você.

Xerinhus
=***

Maria Flor disse...

Ô Lu!
Que fase difícil você está passando... acho que todo mundo já sofreu assim um dia e os conselhos também serão os mesmo: vai passar! E digo isto porque há muito pouco tempo meu coração estava assim, quase despedaçado, mas o tempo cura!Quero vê-la bem! E não se arrependa pelo que você fez, mas sim pelo que não fez!

PS: Ouça se puder Good Luck, da Vanessa da Matta

beijocas!

Zé do Cão disse...

Um escrito a demonstrar paixão e amor. Siga em frente menina dos fracos não reza a história. Só quen não luta, não tem amor. Se o não conseguir é porque a pessoa em questão não a merece.
Daqui a dois dias o seu niver, parabens do coração e que nesse dia seja a mais linda do mundo.
Bj.