quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Vidas -28/11/07-




Havia uma pessoa, essa que eu não amava, essa que nem ao menos me chamava a atenção, um dia resolvir beija-lá, até que não foi ruim, pra ela me entreguei, deixei que tocasse meu corpo, eu gostava, era bom demais, suas mãos eram pesadas e ao mesmo tempo meigas, deixei que ela entrasse completamente em meu ser, deixei que ela fizesse parte da minha alma e a ela entreguei minha vida, sorrimos juntos, aprendemos os segredos um do outro, descobrir suas fraquezas, ele desvendou em mim coisas que nem eu mesma sabia, cada segundo do seu lado era perfeito, era mágico, queria sempre mais, eu o protegi, ele era meu chão, agente se completeva, o prendi em minhas grades, agora ele queria voar apesar de me amar, era do seu instito, era preciso ser livre, a forma era me machucar e conseguiu, me traiu, nosso paraíso se transformou em um inferno, agora eram apenas gritos, choros, discurssões, na primeira brecha ele foi embora pra nunca mais voltar, ficou a dor, a tristeza, eu sai machucada, ensangüentada, pernas e braços quebrados, feridas profundas por todo o corpo, a boca sangrando, olhos inchados. Anos se passaram as feridas se curaram. Muita coisa mudou, a passado agora era apenas lembrança, tudo deixa influências, o que se vive é o que se tem, é o que faz transformar sua maneira de pensar e de agir, poderia até dizer que agora eram pessoas diferentes, mais não eram, continuam sendo os mesmo apenas transfomaram, mudou alguma coisa, a alma continua sendo a mesma e sempre será, a alma que carrega a vida, as lembranças, mesmo que esquecidas. Mais isso não vem ao caso, o que importa é que agora estavam distantes, direfentes e eram apenas lembranças, nada mais que isso. Ele outras, ela outros, ele amor, ela felicidade, as vezes sim, as vezes não, como assim? Que momentos são esses? Hoje ela outro, não tinha nada a ve com ele.
Hoje gosto de alguém, gosto sim, puro e verdaderamente, gosto de conversar com ele, de compartilhar seus segredos, com ele me sinto segura pra falar de assuntos que não falaria pra mais ninguém, com ele gosto de sorrir, gosto de sair, de falar de tudo, ele me entende, me escuta, coisa que sempre faço com os outros e ele faz comigo, ouvir. A beleza, a sua sexualidade não me atrai, não gosto do seu tocar, do seu beijo, não sinto tesão nem vontade de transar com ele, não quero viver junto, não quero ter filhos com ele. Sei lá, mais pra mim tem que ter sonhos, tem que ter planos, tem que ter pra sempre, mesmo que um dia acabe, não é ser precipitada, é apenas sonhar e olhar juntos na mesma direção.Não é ele, estou calma apesar de saber que quem gosto vai ter que sofrer e o pior, por minha causa, sei o que quero, pelo menos sei o que estou sentindo, tomara que isso não mude até amanhã, ou daqui a algumas horas, é porque sou assim, mudo tudo hora.

3 comentários:

BANDEIRAS disse...

Uau!

Menina, que declaração!
O máximo, existem vários que por certo vou usar, com sua permissão é claro, e no momento adequado.
Adorei.
bjs.

» NaY « disse...

E não possibilidade desse gostar desembocar no amor, no desejo?!

Xerinhus
=***

Tudo ou nada ... disse...

Porque a vida é assim, numa hora nos é amor noutra ódio ... mas isto é bom pq nos fortalece dia após dia. Por isso eu sempre digo q ñ podemos viver o ontem nem o amanhã, e sim o hj e por isso o temos como presente
Beijões