sábado, 10 de janeiro de 2009

Elas, ou outras, todas as mesmas


É engraçado como algumas pessoas escutam o que eu falo e fazem proveito dessas palavras. Eu mal sei o que digo, falo sem rumo, quase nunca as torno reais. Palavras não significam nada, determinantemente nada. Elas apenas preenchem um espaço vazio, onde deveria estar minha audácia de fazer tudo o que penso. As palavras me estragam, elas me corroem, nunca as tiro do lugar certo, estão sempre muito bagunçadas, todas atrapalhando meu caminho. Sinto-me mal, pois nunca consigo organizá-las. Às vezes o fedor de mofo, outras vezes um cheiro de flor, logo se perde no ar, esse cheiro que se faz diferente cada vez que olho para um lado.

10 comentários:

BANDEIRAS disse...

Isso acontece comigo e acho com toda a humanidade. Não damos muito valor ao que falamos, mas outras pessoas ouvem e guardam como um troféu.

Querida, obrigada pela visita,
Bjs e bom domingo.

Noé disse...

Eu mal sei o que digo, falo sem rumo, nem sei se ando no prumo.
Como é que no vazio escolho o som, que me sai fugidio?
Sílabas que me abrigam no momento do tormento?
Ou estragam o lamento?
Organizar o pensar, ou amordaçar o que não quer calar?
Fedor é o passado onde fermenta o bolor?
Ou o ruido que busco acalmar?
Só quando passeio nesse Prado, meu cavalo selado, sossego meu brado.
Vacila, Ludmila?

Maria Flor disse...

Oi Lulu!

Eu não sei onde você dispara as palavras em lugares errados...

Só sei que por aqui tudo parece estar em perfeita harmonia. Adorei o texto!

saudade de você!!!


beijocas!!!


flor.

Moni disse...

tem palavras q falam mto sim, a palavra tem um poder maior do que imaginamos, ela pode edificar, mas tbm pode destruir!!! beijos

jean piter disse...

Não se engane com as palavras. Tenha cuidado com elas, pois essas tem o poder de matar de também de dar a vida, isso embora, na maioria das vezes pareçam inofensivas.

...

beijos

kami disse...

Minha querida, passa a ouvir o que dizes e terá tanto proveito quanto os outros...
Palavras nem sempre precisam se tornar atitudes pra ter importancia...

Bjussssss

Ana D disse...

Ahhh as palavras só existem porque nós as proferimos...Depois elas se esvanecem...É assim mesmo..rs..

BANDEIRAS disse...

Passando p/ comentar novo post, não tem ??!!ahahahah

Bjs

Ludmila Prado disse...

noé: não consigou comentar no seu blog.

beijos

Noé disse...

Sim, entendo.
Você poderia usar o mural de recados que existe alí no lado direito, mais para baixo?