segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Um hoje que já não é mais hoje

Hoje tudo que queria era estar sozinha comigo mesmo, me isolar e escrever tudo que viesse na mente, escutar Jack Joson ou Coldplay e ficar em paz. E o que sou eu se não ti vejo a cinco dias e a três não escuto sua voz. Sei que continua me amando e sua falta dói por demais.
Faz a tua ausência para que alguém sinta a tua falta. Mas não prolongue demais para que esse alguém não sinta que pode viver sem você. (Flóra Cavalcanti)


Preciso mesmo desses dias que só da vontade de ficar a toa, pensando na vida e escrevendo.
Que saudade da minha casa fazia.
Esse hoje sempre vai e volta.
“Às vezes eu só preciso não existir, ficar protegida dentro do meu casulo.”

8 comentários:

Nataliinha disse...

Aqui no Rio tá chovendo.
Então to com vontade de correr pra cama e realmente não faze nada ...

Muiito boom =*

Beiiiiiiiijoos !

Jean Piter disse...

Também estou precisando..
boa sorte pra ti

beijos e saudades

Marcelo Martins disse...

Todos nós precisamos de nosso espaço, de momentos conosco mesmos, de ficar em silêncio e nos ouvir...
De esquecer que amamos ou que sofremos, de lembrar o quanto podemos sermos felizes com o que temos e com o que somos.
Assim, desse casulo, nasce uma bela borboleta de asas zuis pra voar em novos céus sem horizonte.

Beijos

BANDEIRAS disse...

Lindinha, precisamos muitas vezes de ter nosso espaço, para colocar nossos pensamentos em dia. Isso é de extrema necessidade.
Grande beijo

GUILHERME PIÃO disse...

Tem dias que ficar sózinho faz um bem danado.
Não sei se estou ficando velho, atualmente ando preferindo estar só.....
Abraços

Mustafa Şenalp disse...

çok güzel site. :)

.a nega do neguinho. disse...

caracaaa...hje deveria ser o diua da saudade!

JURO!

=X

mOnI disse...

tempo de reflexão, tempo pra nos mesmo! é essencial! beijos