segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

O VeRbo:- Amar




Só quem já a sentiu sabe, já amei, é ruim falar isso porque por muitos e muitos anos pensei e tive a certeza de que quem ama, ama pra sempre e apenas uma vez, quem sabe duas ou três. Isso não importa, o que importa é que o conceito de amor as vezes muda pra mim, porque quando se ama o mundo gira mais devagar e a alegria toma conta, quando o amor é traido e não se sabe lidar com isso, ele pode morrer, ou perder sua força, porém ainda pode ser resgatado, pena, o meu não foi, ele se perdeu, ainda não encontrou a saida.

Quando as perguntas tomaram conta da minha mente, pensei que fosse explodir porque as respostas não apereciam, não conseguia enteder, como ele pode? O meu sentimento foi em vão, NÃO, nada é em vão. Cometi dois erros, o prendi em uma gaiola, ele não aguentou, quando o soltei ele fugiu das minahs garras sem ao menos diser adeus, até hoje não voltou, de vez em enquando bate em minha janela, que sempre esteve aberta, porém escrito: Não entre!

“quando os defeitos são produtivos e compreendidos, quando as brigas sempre nos ensina a conviver com eles, nos mostra a sua verdadeira cara, a alma, e mesmo com tantos defeitos e erros, a vontade de estar juntos, ouvir a voz, sentir o chero, a pele, o toque, ver seu sorriso, falar coisas que só fala com ele, que só vocês dois sabem...
isso é o amor”

Por que quando escuto a palavra amor ainda lembro de você, por que você está na coisas simples, por que agente é divido em dois e mesmo estando distantes sempre estaremos unidos, por que você foi meu amante, amigo, professor, mãe, rival, cúmplice, desconhecido, você foi parte de mim.

Preciso me livra de você por completo, tem outra pessoa por vim e pra mim olhar pra ela e ver em seus olhos que a hora chegou, preciso estar preparada.

5 comentários:

.linny disse...

meninaaa.
fique aqui pensando...
quando vc disse: quando falo de amor, ainda penso em vc.

acho que tu ainda ama essa pessoa, ou tem um sentimento muito forte.
sabe o que acho? "jogar" um amor que ainda é vivido eh complicado.

viva bem.

seja feliz.

te adoro.

M.Cesar disse...

Oi Ludi, que bom que vc ta melhorzinha! Fico feliz...e quanto ao amor...quem dera tivesse manual de instrucoes ou bula com contra-indicacoes...pra entender, tem que viver! bjos

janpiter inzaghi disse...

Acho que todo passa por isso ao menos uma vez da vida. Mas amar, tem que ser reciproco, se não for, torna-se sofrimento, e logo falta de amor próprio. Abrir mão é difícil... mas é a única forma de levar a vida a frente.
Boa sorte!
beijo e fique com Deus

» NaY « disse...

Travo altas discussões com uma amiga com relação ao amor... Não acho que ninguém esquece uma pessoa que já amou; enquanto ela acredita que é possivel esquecer sim. Não acho que esquecemos, mas o sentimento muda... E o que era amor acaba, se torna amizade, ódio, ou qualquer outra coisa, permitindo assim que consigamos amar outro alguém, bem como na forma como vamos nos comportar com esse novo "amor".

=)

Xeru pra tu, mulher!
=***

.linny disse...

ei...
vc guarda segredo?

foi uma historia que uma amiga...

segredo hein!!!

ah! eh antigo.