terça-feira, 27 de novembro de 2007

Digno

"Não sei certamente o que eu faço agora escrevendo aqui. Me deu vontade de acreditar... Acreditar que nada é por acaso e que se existe o acaso é porque não existe sentimento. Não sei bem o que escrever, na verdade nem sei porquê escrevo, mas meus dedos não param de digitar um só instante.Parei pra pensar que não adianta se desgastar procurando ser quem não é, procurando agradar pra ser aceito, satisfazer sem se sentir satisfeito, amar e não ser retribuído do mesmo jeito. Parei pra pensar que não adianta fazer milagres e tentar convencer os outros de que os fez, porque somos extremamente mesquinhos e acreditamos somente naquilo que vemos. Tão nobre é o sentimento que surgi sem ser anunciado, tão nobre é o sentimento que se forma nas pequenas coisas... no abraço, na saudade, no olhar, na distância. Tão nobre é aquele que consegue obter êxito na procura do amor. Verbo maldito por uns e adorado por outros.Eu acredito... acredito que pode acontecer e que não adianta se matar nem se torturar pra torná-lo verdadeiro.Pobre vida que sofre com corações cortados. Vivemos de passado, por mais que planejamos nosso futuro, é o passado que nos impede a todo instante de sermos felizes, de largarmos as correntes que nos seguram e que nos prendem para gritar com todas as forças à liberdade... Liberdade pra se viver sem julgamentos, liberdade pra se viver com ternura, sem medo de cair sabendo que tem alguém do seu lado pra ajudar-ti a levantar. Sem medo de dar um passo a frente sabendo que com esse passo você ganha confiança. Deixe de se prender a regras e costumes, viva a vida e deixe que a vida faça você viver. Por qual motivo eu escrevi? Não sei. Mas eu tenho certeza de que eu não estava presente aqui."


por Fabrício da Silva
digino? você ainda me pergunta se esse texto, cheio de sentimetos e palavras cuspidas é digno de postagem no meu humilde blog, + é claro, que presente maravilho, o blog agradece.
Tão lindo e puro pois foi escrito com a alma, esse que você desconhece, esse + um de você, quando apenas deixar elas sugirem e os dedos seguiram a direção.

6 comentários:

Fabrício; O Pensador disse...

obrigado! acho q é digno!! rrsrs bjus

BABI SOLER disse...

Essas percepções são parte do nosso amadurecimento.

Beijocas.

Ana D disse...

Tão especial ler coisas que acrescentam coisas pra nossa vivência !...Ahh eu adoro este livro ali que vc colocou " A menina que roubava livros" ótima pedida.

.linny disse...

se é digno?
pelo amor de deus, se uma dia eu ganhar algo assim tão bem feito, tão bem escrito. eu caio para trás.
bju

Tudo ou nada ... disse...

Tudo que é escrito com a alma se torna cheio de sentimentos. Sentimentos estes que podem ser de todos os tipos fazendo assim ser tão original e verdadeiro.
Muito lindo.
Estes blogs nos fornecem surpresas preciosas como este texto.
Bjos

JANPITER disse...

Muito bom! Tudo!
O texto do Fabricio, carregado de enigmas, bem escrito e bem dedicado pelo visto.
E legal também você abrir espaço no seu blog para outro. Por vaidade e egoismo, muitos no seu lugar não fariam isso.

beijos