domingo, 28 de outubro de 2007

pensei

não me faça pensar
quando penso vem a dúvida
destesto ter duvida e não saber o que fazer
não ter certeza do que verdadeiramente quero
ou ter coragem de correr atrás do que quero
não saber se o quero é o que deveria querer
se o que eu sinto é o que eu deveria setir
não sinto nada
sinto tudo


não se sabe o que é certo
o que é errado
quando é tarde
quando é cedo


gosto mesmo é de esquecer de tudo
das dúvidas, da realidade, do mundo
esquecer de vocês e de mim
me concentrar em apenas um coisa
o vazio escuro da minha mente

8 comentários:

Nightingale Poe disse...

É assim também que penso...

Só penso em fugir.
Em me esconder.
De quem? eu me pergunto.
E encontro a resposta bem no fundo de meu coração:
De mim.

Beijo flor.

Georgia disse...

Lu, amei, adorei o texto.

Sabe que às vezes me sinto exatamente assim?

Para essas coisas estou vendo que nao tem idade.

Boa semana, grande beijo

linny disse...

P-A-R-A-B-E-N-S.

Hoje estou em um lance de nao estou nada bem, mas tudo vai passar.
teu texto condis mt com que estou vivendo esses dias...

bju.

teo netto disse...

eu tenho viagens momentâneas aos mais diversos lugares do meu imaginário quando leio seus textos.

adorei, de novo!

Fabrício; O Pensador disse...

NÃO ME FAÇA PENSAR
AS VEZES É PRECISO!!
MAS ME SINTO MUITAS VEZES ASSIM COMO VC!! ACHU Q ISSU É NORMAL!! BJUS! ADOREI O TEXTO

janpiter disse...

"a dúvida é o princípio da sabedoria"

Mas é ruim não ter certeza!

besos

Tudo ou nada ... disse...

Concordo com o Teo, seus textos são ótimos e sempre me fazem pensar em algo ou alguém.

Bjos

impinando pipas disse...

Lud, creio que se muitos tivessem a chance de se expressarem como estás fazendo, teriamos menos suicídios no mundo.Não imaginas quanta coisa ruim saiu de dentro de ti juntamente com estas palavras. Portanto, continue sendo sincera consigo mesma, não se importando nem um pouquinho com o que os outros vão pensar. No fundo, no fundo, o que vemos é só uma casca. Mas o que ouvimos de um coração aberto, é remédio tambem pra nossa alma. valeu! ROZILSON